google-site-verification=jtTwsz0AnQZZKmslpC3319k2EOyhn1wJOGUf20iXEF4

Skip to Store Area:

Megahard Records and Progressive Rock are back !!!!!

A BOLHA - E Proibido Fumar (CD) - FRETE GRÁTIS - Últimas 3 cópias em estoque !!!

Duplo clique na imagem acima para visualizá-la maior

Reduzir
Aumentar

Mais Visualizações

A BOLHA - E Proibido Fumar (CD) - FRETE GRÁTIS - Últimas 3 cópias em estoque !!!

Enviar para um amigo

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em Estoque.

R$45,00
Acrescentar itens ao carrinho Adicionar ao Carrinho

Descrição Rápida

É Proibido Fumar é o segundo álbum de estúdio da banda brasileira A Bolha. Nesse álbum a banda adotou uma sonoridade mais pesada em relação ao anterior.2 Durante a turnê de promoção do álbum, a banda excursionava com Erasmo Carlos, abrindo os shows do cantor executando as próprias canções d'A Bolha, e na sequência servia como banda de apoio para o Tremendão. "Não posso acreditar que quem goste de rock seja animal vertebrado". Quem cravou esta frase foi o polêmico joranlista Paulo Francis, no século XX. Discordo e prefiro a definição da sábia Angela Dust, que falou sério: "O rock é filosófico e muito inteligente. Há uam música cuja letra diz: 'You kant always get what you want'. Mas adoro mesmo o epíteto cantado por MIck Jagger: 'It´s only rock'n roll, and I like it' ". Certíssimo! Por exemplo: o grupo carioca A Bolha. O conjunto, criado por Renato Ladeira e Arnaldo Brandão, entre outros, foi o pioneiro escrachante do Rock Brasil. Com o nome The Bubbles, botou os yas yas pra fora a partir de 1969. Foram para Londres em 1971 e Caetano Veloso convenceu-os a serem objetivamente, A Bolha. E deu o maior barato. Na volta já tinham a esperá-los uma legião de pirados e ripongas que não suportavam ouvir músicas caretas, veradeiros coitus interruptus sonoros. A Bolha teve várias encarnações, todas esquentavam nossas bacurinhas, até ressurgir em 1977 tendo a frente o líder transcendental Marcelo Sussekind (hoje conceituado rock-producer). A Bolha voltou quente porque já estava fervendo. Mandaram de cara "É proibido fumar" e outras pepitas chacoalhantes. Hoje estou surpreso: por que, entre milhões de livros dedicados ao rock brazuca, ainda não surgiu um calhamaço sobre a epopeia da Bolha? Se nossos tínpanos e corpos são beatificados com o som esmerilhante, imagine as nossas pupilas sedentas pelas historias desse veteranos sempre jovens? Por Ezequiel Neves (na contra capa do lançamento em cd de É Proibido Fumar em abril de 2009)


Faixas (Tracks): # Título Compositor(es) Duração 1. "Deixe Tudo de Lado" A Bolha - Nixon 2. "Difícil É Ser Fiel" A Bolha - Edil 3. "É Proibido Fumar" Erasmo Carlos - Roberto Carlos 4. "Estações" Renato Ladeira 5. "Sai do Ar" A Bolha - Paulo Massadas 6. "Consideração" Erasmo Carlos - Roberto Carlos 7. "Torta de Maçã" A Bolha - Paulo Massadas 8. "Luzes da Cidade" Márcio - Ramos 9. "Clímax" A Bolha - Jean Pierre 10. "Vem Quente Que Eu Estou Fervendo" Carlos Imperial - Eduardo Araújo 11. "Talão de Cheque" A Bolha - Paulo Massadas Mujsicos (Line-Up): Pedro Lima: guitarra solo Marcelo Sussekind: guitarra rítmica Roberto Ly: baixo Serginho Herval: bateria
Acrescentar suas Tags:
Acrescentar Tags
Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.