Skip to Store Area:

Megahard Records and Progressive Rock are back !!!!!

DARK AVENGER - Same - 1st (CD)

Duplo clique na imagem acima para visualizá-la maior

Reduzir
Aumentar

Mais Visualizações

DARK AVENGER - Same - 1st (CD)

Enviar para um amigo

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em Estoque.

R$35,00
Acrescentar itens ao carrinho Adicionar ao Carrinho

Descrição Rápida

Debut CD uma das mais famosas bandas de power metal brasileiras, do vocalista Mário Linhares, aclamado mundialmente e licenciado na Europa, USA e Japão. Traditional Heavy Metal close to Manowar & Crimson Glory.


A banda foi formada no início de 1993, quando Mário Linhares se uniu a Leonel Valdez e Wagner Marcelo, para formarem o Atena, uma banda de Brasília que fazia um rock 'n roll meio ao estilo "Rock Brasil" (Legião Urbana, Plebe Rude, etc), cantando todas as músicas em português.

Insatisfeito com o estilo do Atena, Mário Linhares decide dedicar-se ao estilo musical que realmente gostava que era o Heavy Metal oitentista feito por bandas tipo Manowar, Helloween, Iron Maiden, Metal Church, etc. e, contando com o apoio de Leonel Valdez, começam as mudanças dentro da banda, iniciando pelo nome, que muda de Atena para Rat White, nome este dado pelo ex-guitarrista Marcelo, não tendo tal nome perdurado por muito tempo, visto que os integrantes não concordaram com tal título. Por sugestão dada pelo ex-baixista Wagner Marcelo, o Rat White passa a se chamar Dark Avenger, visto que as novas composições já começavam a tomar um rumo para o power metal e metal tradicional. A banda resolve então compor todas as suas músicas em inglês e batalharem por shows (vale ressaltar que o grupo nunca fez apresentações com outro nome que não o Dark Avenger).

Em fevereiro de 1994 gravam sua primeira e única demo-tape chamada "Choose Your Side... Heaven or Hell", contendo quatro músicas "Die Mermaid!", "Half Dead Eyes", "Madelayne" e "Ghost Divinity" e começa a divulgar a mesma em todo o Brasil, batalhando por shows e espaços onde pudessem mostrar o seu trabalho. Enviam então tal demo-tape para a revista "Rock Brigade" onde obtêm uma excelente repercussão e, com isso começam a receber milhares de cartas de todo o Brasil, além de contarem com o apoio dos inúmeros fãs que, por iniciativa própria enviam cópias da demo-tape para todo o Brasil e pelo mundo inteiro, fazendo com que o nome Dark Avenger seja conhecido por toda parte.

Começam a fazer show em diversos estados por todo o Brasil e a participar de eventos e festivais, tendo sido vencedores em diversos deles, tais como: 1º e 2º lugares no IV FECA, em Americana - SP (1995), 1-º lugar no Festival Metal World, no Aeroanta - SP (1994) , Melhor Vocalista no Festival Banda Revelação, em Brasília - DF (1994), Banda do Ano, em Brasília - DF (1997), Banda Revelação pela Rock Brigade (1996), Melhor Vocalista (5º na lista de 1997 da Rock Brigade), etc.

Em 1995, com Mário Linhares (vocal), Leonel Valdez e Osiris di Castro (guitarras), Gustavo Vieira (baixo), Luciano Toledo (bateria) e Rafael Galvão (teclados), resolvem gravar seu primeiro álbum, patrocinados pelo Zen Studio de Brasília, contendo 11 músicas que foi muito bem recebido pela mídia especializada e pelos fãs de Heavy Metal, tendo este recebido nota 9 na Rock Brigade e sendo considerado "um dos melhores discos de heavy Metal já lançado nos últimos cinco anos", além de terem sido matéria de diversas revistas e fanzines do Brasil e de diversos países tais como Argentina (Metallica), Grécia (Singing Swords) , Japão (Burrn! e Silent Noise) , Estados Unidos, Alemanha etc.

Depois de dois anos excursionando pelo Brasil para divulgar seu primeiro álbum, o Dark Avenger resolve parar para compor sua obra-prima; o ábum "Tales of Avalon", um álbum temático, dividido em: "Tales of Avalon - The Terror" e "Tales of Avalon - The Lament", que contam as histórias épicas do reino mágico de Avalon e Camelot, as paixões e intrigas, magias e fanatismo, traições e guerras que levaram o reino de Avalon ao esquecimento e o triunfo da religião cristã nas ilhas britânicas no começo da era cristã. São vinte e duas músicas divididas em dois álbuns, que com uma densidade singular, desenham, sempre na 1ª pessoa, todos os quadros e ações vividas naquele período, fazendo com que o interlocutor viva e sinta, diante dos seus olhos e a cada música, a atmosfera da época.

O Dark Avenger, na época dessse review, era formado por Mário Linhares (vocal), Leonel e Júlio (guitarras), FábioPoles (baixo), Rafael Galvão (teclados) e Kayo John (bateria), procura mostrar que o Heavy Metal, com todas sua magia primordial., continua forte e vivo como nunca, e com uma identidade própria, mostra uma faceta inusitada e ousada para uma banda de metal do Brasil.

Para os fãs do verdadeiro Heavy Metal e para todos aqueles que curtem o trabalho do Dark Avenger os álbuns "Tales of Avalon" significam a solidificação do nome Dark Avenger nos anais do heavy metal brasileiro e mundial além da afirmação da dedicação do Dark Avenger ao mais puro e fiel Heavy Metal.

Whiplash Review

Acrescentar suas Tags:
Acrescentar Tags
Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.