google-site-verification=jtTwsz0AnQZZKmslpC3319k2EOyhn1wJOGUf20iXEF4

Skip to Store Area:

Megahard Records and Progressive Rock are back !!!!!

Frozen Tears - Nights of Violence (CD) - Raro - Ultimas Copias em estoque - FRETE GRATIS

Duplo clique na imagem acima para visualizá-la maior

Reduzir
Aumentar

Mais Visualizações

Frozen Tears - Nights of Violence (CD) - Raro - Ultimas Copias em estoque - FRETE GRATIS

Enviar para um amigo

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em Estoque.

R$58,00
Acrescentar itens ao carrinho Adicionar ao Carrinho

Descrição Rápida

Quarto CD dessa banda de heavy metal tradicional Italia, sem frescura, com riffs cortantes, cozinha pesadona e belas linhas vocais. Lembra bastante Judas Priest antigo.


Grupo italiano, influenciado pelo anos 80, que já teve dois, de seus quatro discos, lançados pelo selo brasileiro Megahard, Mysterious Time (2000) e Way Of Temptation (2002), e Metal Hurricane pelo selo italiano, Steelheart Records. Seus três primeiros álbuns foram lançados em vários países, proporcionando ao grupo, giros pela Itália e outros países da Europa, como o 1001 Watt Festival na Noruega. Em 2002, foi eleita a melhor banda italiana de metal, e melhor vocalista de 2002 pelo web-zine italiano, Nero Opaco, e especial atenção de revistas conceituadas de heavy metal brasileiras. O Frozen Tears iniciou sua carreira em 1997, e gravou dois cd-demos, Sea Of Sadness (1997) e Wasteland (1999), sendo que este último, devido a ser eleito o cd-demo do mês pela Rock Brigade, lhes rendeu o contrato com a brasileira Megahard. A formação atual conta com: Taiti Alessio (vocal), Taiti Leonardo (guitarra), Torrini Lapo (guitarra), Dionigi Massimiliano (baixo) e Guarnieri Giovanni (bateria). Heavy Metal de primeira, não é à toa que conseguiram lançar dois de seus álbuns com a Megahard, os caras viram longe o potencial da banda. As músicas tem a sonoridade oitentista com características do metal alemão, que não para de influenciar vários grupos ao redor do mundo, principalmente ali perto dos caras. Começa com as rasgadas de guitarra em “Instability”, continuando com a cadenciada “Queen Of Solitude”, com bons backings, em “Heart Of Stone”, com cheirinho de thrash e vocal lembrando UDO. “Who I Am” com mais bases de guitarra muito boas, para agitar os banguers, “Stories” começa com estilo Saxon passando pelo partes de melodic metal. De quebra uma versão diferente de “Run If You Can” do Accept também legal. Para o pessoal que gosta do metal tradicional, este é o disco. Mostra que na Itália não são só bons gourmet, os caras são bons de heavy metal também. (Bob Riot) Site: www.frozentears.it
Acrescentar suas Tags:
Acrescentar Tags
Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.