google-site-verification=jtTwsz0AnQZZKmslpC3319k2EOyhn1wJOGUf20iXEF4

Skip to Store Area:

Megahard Records and Progressive Rock are back !!!!!

HIBRIA - The Skull Collectors (CD)

Duplo clique na imagem acima para visualizá-la maior

Reduzir
Aumentar

Mais Visualizações

HIBRIA - The Skull Collectors (CD)

Enviar para um amigo

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em Estoque.

Preço Normal: R$30,00

Preço Promocional:
R$28,00

Acrescentar itens ao carrinho Adicionar ao Carrinho

Descrição Rápida

Em 2005, uma banda promissora despontava para o metal brasileiro. O álbum “Defying the Rules” colocou o nome dos gaúchos da HBRIA em evidência não apenas no Brasil, mas também na Europa e no Japão – o que permitiu que o grupo se consolidasse como um dos maiores expoentes do cenário nacional. Os anos passaram e árdua missão de manter o elevado patamar de excelência se tornou o próximo desafio que a banda conseguiu vencer. “The Skull Collectors”, o segundo álbum da HIBRIA, é tão bom quanto o seu registro antecessor.


De maneira impecável, todas as principais (e ótimas) características sonoras de “Defying the Rules” são reproduzidas em “The Skull Collectors”: instrumental verdadeiramente pesado, músicas aceleradas e melodia contagiante. A banda formada por Iuri Sanson (vocal), Abel Camargo (guitarra), Diego Kasper (guitarra), Marco Panichi (baixo – hoje substituído por Benhur Lima) e Eduardo Baldo (bateria) conseguiu, de fato, um outro disco de qualidade inegável. Em quase cinquenta minutos de duração, a HIBRIA apresenta nove composições intensas, em que os gaúchos evidenciam talento e criatividade. Com mixagem e masterização assinadas por Achim Köhler (SODOM e PRIMAL FEAR), “The Skull Collectors” é mais um registro conceitual. As letras do álbum exploraram o sentimento de vingança e a autodestruição de um piloto da força aérea que, tomado pela ganância, se junta a uma organização mercenária e vê a sua vida desmoronar. Entre as composições do disco, não há como destacar apenas uma ou outra dentro do conjunto. Embora mostre a união perfeita entre peso e melodia – como todas as outras composições do CD –, o refrão de “Tinger Punch”, faixa que abre o disco, é suficientemente denso para fazer estabelecer, por esse caminho, uma nova e perfeita característica sonora do grupo. Em “The Skull Collectors”, a HIBRIA parece superar, a cada música, a faixa anterior. Enquanto que “Reborn from the Ashes” mostra um refrão ligeiramente cadenciado e um instrumental mais complexo, a banda gaúcha exibe versatilidade para modificar a sua sonoridade intensa sem perder a pegada agressiva na continuidade do CD. Da mesma forma que “Screaming Ghost” é parecida com um míssil – é pesada e conta com um refrão verdadeiramente melódico –, “Sea of Revenge” pode ser condicionada, provavelmente, à música que conta com os melhores arranjos de todo o material. Enquanto que “The Anger Inside” mantém as mesmas características do restante do álbum, “Devoted to Your Fear” traz, pela primeira vez, uma dose extra de agressividade – marcada por riffs violentos e por um refrão muitíssimo bem escrito. Essas ótimas credenciais se repetem em “The Skull Collectors”, a faixa-título; e em “Wing of Wax”, composição que fecha o CD e possui mais de oito minutos. Diferentes de “Burning All the Flags” – que é mais melódica –, as duas composições encerram o álbum caracterizam, de maneira perfeita, os ótimos momentos mais pesados da HIBRIA. Não há nenhuma dúvida: “The Skull Collectors” é um álbum irreparável – tanto pela sua execução como pela sua qualidade sonora. Com o seu segundo disco, a HIBRIA se consolida (e talvez se distancia na dianteira) em meio ao grupo das maiores bandas brasileiras da atualidade. De qualquer modo, resta aguardar o próximo CD dos caras para descobrir o que o futuro ainda reserva para o quinteto gaúcho. Site: http://www.hibria.com Track-list: 01. Tiger Punch 02. Reborn from the Ashes 03. Screaming Ghost 04. Sea of Revenge 05. The Anger Inside 06. Devoted to Your Fear 07. The Skull Collectors 08. Burning All the Flags 09. Wings of Wax
Acrescentar suas Tags:
Acrescentar Tags
Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.