Disponível: Em estoque

R$40,00
ou 1x de R$40,00 sem juros Ver parcelas

Cartão de Crédito: ×

Número de Parcelas Valor da parcela %
Juros
Valor do produto
à vista R$40,00 sem juros R$40,00
2x iguais R$20,00 sem juros R$40,00

* Juros de 2% a.m.
** Cálculo do valor do produto sem frete

R$38,00 no boleto bancário (-5%)

Restam 4 unidades

OU
Descrição

Detalhes

Tracklist:

1.Carrousell De La Vieja Idiotez (05:40) 2.Elefante De Papel (05:06) 3.Quien Gira y Quien Suena (05:45) 4.Ilusión En Siete Octavos (04:51) 5.Accionista (03:17) 6.Dentro Del Corral (06:03) 7.Espiritu Esfumado (03:53) 8.La Herancia de Pablo (07:17)

Line-Up:

José María Blanc - Guitarra e Vocal Omar López - Teclados Jorge Antún - Teclados Marcelo Sali - Batería  

Biografia (Cont):

De todas as músicas que não queríamos deixar de compartilhar, este álbum de Pablo "o coveiro" ocupa um lugar muito importante. Estamos a falar deste tesouro escondido da nossa rocha que na altura do seu lançamento passou completamente despercebido, infelizmente ... Dois dos muitos títulos que podemos dar a esta banda são o de "banda mítica" e "banda cult": é o que este grupo se tornou, um dos primeiros do rock de Rosário, nos seus primórdios entre 1971 e 1973. Nessa época a banda teve, em sua formação, músicos como Rúben Goldín e Lalo de Los Santos que fizeram parte dessa explosão de músicos rosários dos anos 80, ao lado de Fito Paez e Juan Carlos Baglietto. Mais tarde (e ainda sem entrar no estúdio) a banda começa a apresentar instabilidade, pouquíssimas apresentações ao vivo e frequentes trocas de integrantes. É por isso que somente em 1983, viajando para Buenos Aires, eles conseguiram gravar seu primeiro álbum Pablo "El entrador". Musicalmente, podemos dizer que o grupo é de qualidade. É considerada uma das bandas mais sofisticadas da Argentina. Numa primeira audição, seus toques progressivos ficam evidentes, mas o que mais cativa o grupo é seu belo sifonismo. Certos ares de nosso folclore também são evidentes. Encontramos sólidas interações entre os dois tecladistas Omar López e Jorge Antún, Marcelo Sali, baterista influenciado pelo jazz-rock e não devemos prejudicar a guitarra do baixista José María Blanc, que cumpre um importante trabalho de fraseado e incríveis solos que coexistem com as camadas e texturas típicas de teclados. Há exemplos claros de sifonismo culminante (e influências claras no rock sinfônico italiano), talvez no épico "Carrussel de la Vieja Idiotez" e na suíte "La Herencia de Pablo". É importante destacar também que algumas canções como "Shareholder" são perceptíveis ao som do início dos anos 80.  
Avaliações

Nenhuma avaliação até o momento

Queremos saber sua opinião

Produto: PABLO EL ENTERRADOR - Same (1st CD), Rare Argentina 70s Symphonic Progressive, FRETE GRÁTIS

Como você avalia este produto? *

 
1
2
3
4
5
Preço
Qualidade

Comentários do Cliente 0 item(s)